Jardim I E II

Nessa idade a criança já tem uma percepção mais exata do espaço e do mundo que a cerca.

Se mostram independentes ao realizar algumas tarefas, concentram-se diante de uma conversa sobre um tema especifico, resolvem conflitos com os amigos com maior segurança e também se iniciam descobertas da escrita, letras e números, e, consequentemente escrita espontânea. inicia-se uma programação de prontidão para a alfabetização, respeitando o ritmo de cada criança.

A aprendizagem surge da descoberta e curiosidade natural do indivíduo pelo mundo que o cerca, e através do contato com as múltiplas linguagens. Portanto, a criança precisa de condições para experimentar, criar, construir e expressar-se livremente.

O processo de alfabetização, é bastante complexo para a criança, por isso a importância de se respeitar o período preparatório, que dará a criança o suporte necessário para que ela prossiga sem apresentar grandes problemas.

A criança desenvolve a coordenação motora fina quando desenha ou pinta com todos os tipos de lápis, pincéis, quando usa tesouras ou quando pinta com os próprios dedos. Quando rasga, amassa ou pica papéis, quando brinca com jogos de encaixar e montar, enfim, são atividades que limitam-se mais ao uso das mãos, associadas ao raciocínio, à percepção sensorial e à concentração. Também são pré-requisitos importantes o desenvolvimento da capacidade de concentração, o desenvolvimento da memória e do raciocínio lógico e abstrato. Estes podem ser aprimorados com brinquedos e programas educativos, músicas, histórias, filmes infantis, livros, conversas informais, e tantos outros recursos.

Toda e qualquer atividade estimula o cérebro, e quanto mais estimulado, melhor é o desempenho da criança em todo o processo de aprendizagem.

É importante lembrar que a pré-escola é o começo da longa caminhada escolar de seus filhos, por isso, deve ser um bom começo, que proporcione alegria e satisfação para a criança.